Comitiva estrangeira de Irmãs de Notre Dame visita o Projeto TransformAção
5 de outubro de 2023 Notícias

Superiora Geral, membros do Conselho e religiosas alemãs acompanharam o trabalho socioambiental das cooperativas de recicladores de Passo Fundo

Cunhada pelo Pacto Global, a sigla ESG, que em inglês significa Environmental, Social and Governance, é um termo que corresponde a adesão às práticas ambientais, sociais e de governança de uma organização. Pelo mundo, a compreensão e a aplicabilidade dos seus princípios vem sendo uma realidade de empresas e instituições, tendo em vista que, enquanto sociedade, são necessárias e urgentes ações que adotem uma abordagem preventiva, responsável e proativa na área de Direitos Humanos, Trabalho, Anticorrupção e Meio Ambiente.

Assumindo o compromisso com a Criação, cuidando da vida do planeta, do outro e de si, bem como estando em consonância com os objetivos que norteiam o ESG, a Congregação das Irmãs de Notre Dame integra e desenvolve iniciativas focadas na sustentabilidade. Para tanto, durante a manhã da última terça-feira (03), uma comitiva estrangeira que está no País, formada por religiosas de nacionalidade alemã e americana, acompanhou o trabalho socioambiental realizado pelas cooperativas e associação de recicladores de Passo Fundo, que são assessoradas pelo Projeto TransformAção.

Estando em território brasileiro em decorrência do centenário da presença Notre Dame no Brasil, a Superiora Geral, Irmã Mary Ann Culpert, e membros de seu Conselho, Irmã Maria Nonata Bezerra e Irmã Mary Kathleen Burns, bem como a Superiora da Congregação das Irmãs de Notre Dame de Coesfeld, na Alemanha, Irmã Maria Paula Wessel e Irmã Josefa Maria Bergmann aprofundaram-se na operacionalização do projeto e em suas políticas de promoção social voltadas, especialmente, para os que estão em situação de vulnerabilidade.

Acompanhadas da Superiora Provincial da Província da Santa Cruz, Irmã Dirce Slaviero, da presidente e uma das fundadoras do Projeto TransformAção, Irmã Silvania Ioner, e por uma das monitoras, Irmã Dilse Santin, as visitantes foram convidadas a assistir uma apresentação feita por filhos de recicladores.

Participando de oficinas educativas, as quais promovem além de habilidades artísticas, valores éticos e humanos, as crianças e adolescentes presentes requisitaram que as religiosas vivenciassem alguns ritmos brasileiros executados por meio da percussão. Dispostas a demostrar seu apreço pelo convite, elas tocaram os instrumentos feitos com materiais reciclados e reutilizados confeccionados pelos alunos no contraturno escolar.

Atendido por um grupo de entidades católicas do município, entre elas, a Congregação de Nossa Senhora, o projeto visa sensibilizar e conscientizar a comunidade à destinação correta dos resíduos. Para tanto, durante a visita, a comitiva pôde conhecer três das quatro empresas integrantes que, ao trabalhar com a reciclagem, contribuem com a preservação de recursos naturais e com a geração de trabalho e renda.

Sendo assim, a presença das Irmãs de Notre Dame foi aguardada na Cooperativa Amigos do Meio Ambiente (COAMA), bem como na Associação de Recicladores Parque Bela Vista (RECIBELA) e na Cooperativa Mista de Produção e Trabalho dos Empreendedores Populares da Santa Marta LTDA (COOTRAEMPO).

Depois de apropriarem-se do processo feito diariamente em cada local, na COOTRAEMPO – onde 20 associadas desempenham tarefas de organização produtiva e autogestão, confeccionando e comercializando produtos a partir dos resíduos selecionados -, as autoridades religiosas Notre Dame foram agraciadas com um mino natalino, fruto do empenho das cooperativadas.

  • Colégio Notre Dame Brasília