Congregação de Nossa Senhora - Notre Dame

Rede Notre Dame de Educação

Rede de Educação Notre Dame

Notre Dame Brasília

Proposta Pedagógica – Educação Infantil

Proposta Pedagógica

Na educação infantil, o estudante é estimulado a descobrir, arriscar, rever e participar de atividades que construirão seu processo de conhecimento real, com vivências experimentadas no dia a dia da escola, que favorecem o desenvolvimento cognitivo e a formação social e pessoal da criança. Em todos os espaços da Educação Infantil mobiliários, objetos e materiais de apoio são adaptados para a aprendizagem nessa fase escolar, garantindo a excelência pedagógica. Além das atividades em sala de aula, os parques são utilizados com atividades lúdicas e recreativas, onde os estudantes se divertem, desenvolvem atividades motoras e criam relações interpessoais.

EDUCAÇÃO INFANTIL

Toda criança espera ser amada e só assim passa a retribuir esse amor. Desde que nasce, enquanto cresce e se desenvolve precisa sentir-se querida, procurada, ajudada, elogiada, para crescer emocionalmente equilibrada e desenvolver na vida adulta todo seu potencial humano.

O amor é feito de gestos, de dedicação e não apenas de palavras.

Escola e família têm juntas um papel insubstituível nessa tarefa: elas ajudam a criar uma base segura com amor e entendimento, para que a criança se torne um adulto feliz.

É necessário respeitar a criança, aceitá-la do jeito que é, entender que ela vai crescer e construir sua própria história, é fundamental ensinar-lhe as normas de convivência já sabendo que ela vai praticá-las a seu modo, com seus limites, inclinações e imperfeições. Precisamos saber que a grande meta na vida dessa criança é tornar-se ela própria e não uma simples repetição do que somos ou fomos.

Essa grandeza é o sentido maior da educação: plantar, sempre e por muito tempo, e sem cobrança, gestos de amor que serão modelos para as futuras ações dessa criança.

Para nós, equipe do Colégio Notre Dame, fica a certeza de que não existe missão mais nobre, desafio mais admirável do que fazer uma criança crescer de forma ilimitada, para desabrochar e tornar-se um ser humano comprometido com a responsabilidade de fazer um mundo melhor.

A finalidade deste material é esclarecer e informar sobre a estrutura, funcionamento e procedimentos que norteiam a nossa prática pedagógica.

NORMAS DE FUNCIONAMENTO

 Acreditamos que a escola seja uma extensão do que as crianças vivenciam e aprendem em família, o amor, o afeto, o carinho, o cuidado, os valores e muito respeito são as bases destes importantes grupos sociais que as crianças participam. A existência de normas e regras e o respeito às mesmas são fatores imprescindíveis para a educação individual e coletiva elas trazem segurança e transmitem organização contribuindo para uma convivência escolar saudável, produtiva e organizada, necessária para a boa formação integral de nossas crianças. Neste sentido, não podemos prescindir da efetiva colaboração e, também, de um forte compromisso dos alunos e suas famílias. Relacionamos, a seguir, informações importantes, reunindo normas e procedimentos que regulam o funcionamento de nosso Colégio. Pedimos sua atenção às mesmas:

a) Agenda: Este é um dos nossos meios de comunicação. A família deve manter os dados do aluno sempre atualizados, principalmente os telefones de contato. Todas as informações relevantes devem ser registradas na agenda pela professora e pelos pais. A mesma deve ser lida e rubricada diariamente.

b) Horário:

IMPORTANTE:

 Observações quanto à entrada e saída:  Acesso e saída do prédio da Educação Infantil pelo portão, ao lado da guarita principal.

 Entrada: Os pais ou responsáveis deverão conduzir as crianças até o prédio da Educação Infantil, deixando-as com o profissional da escola.

 Saída: Pegar as crianças na sala de aula com a professora no período da manhã até às 12h  e no período da tarde até às 18h. Solicitamos que sejam criteriosamente obedecidos esses horários.

 Atrasos: O estudante que chegar atrasado deverá ser encaminhado à recepção da Escola. A recepcionista entrará em contato com a Coordenação, que autorizará a entrada do aluno e o recepcionará na Educação Infantil.

Saídas: Só é permitida a saída dos estudantes, 10 minutos antes do horário estabelecido, ou seja, 11h50 – Matutino e 17h50 – Vespertino. A antecipação exagerada acarreta interrupção das atividades realizadas pelas crianças e professores e pode gerar constrangimentos. Caso haja necessidade da saída do estudante antes do horário previsto, a Escola deverá ser avisada por meio da agenda. Dessa forma todos poderão se preparar com a devida antecedência. O aluno aguardará os pais ou responsáveis no prédio da Educação Infantil até 15 minutos após o sinal. Nos dias de chuva, os pais ou responsáveis poderão entrar de carro até o prédio da Educação Infantil.

c) Salas de aula: Durante o período de aula os pais ou responsáveis devem evitar sua presença no ambiente das salas ou proximidades.

d) Autorização: Os pais ou responsáveis podem autorizar outra pessoa a buscar a criança; porém, esta será liberada mediante autorização por escrito na agenda do aluno. Para maior segurança, os irmãos maiores não devem pegar as crianças. Receamos que eles se distraiam no atendimento aos menores. Caso seja necessário, favor deixar uma autorização, na Coordenação da Educação Infantil.

e) Uniforme: Deve estar identificado com o nome do aluno e turma (sugestão: caneta ACRILPEN ou bordado). A escola não se responsabilizará pelos materiais e uniformes não identificados.

f) Lancheira, material individual e itens de valor: Devem ser identificados com o nome completo do aluno e turma. A Escola não se responsabilizará por objetos de valor como jóias e brinquedos.

g) Perdidos e Achados: Os objetos encontrados estarão à disposição na Coordenação da Educação Infantil. O Colégio não se responsabilizará por objetos perdidos ou extraviados em seu recinto. Pedimos aos responsáveis que não enviem objetos de valor e que marquem os pertences, facilitando sua identificação.

h) Medicamentos: A Escola não ministra medicamentos. Caso o aluno esteja tomando medicamentos com prescrição médica, o responsável deverá enviá-lo juntamente com a receita médica, e com as devidas orientações referentes aos horários da medicação por escrito na agenda. Em situação de emergência a Enfermaria e a Coordenação da Escola entrarão em contato com os pais ou responsáveis.

i) Lanche: O lanche deve ser variado e nutritivo, evitando refrigerantes, salgadinhos e doces. A cantina oferece lanche. Para usar esse serviço, os pais ou responsáveis devem solicitar, na agenda, o que deve ser comprado e enviar o dinheiro (preferencialmente no valor do lanche). Toda semana acontece o “Festival do Lanche” (no início de cada mês é enviado o cardápio com as informações sobre o evento).

j) Aniversário: Com o objetivo de valorizar a vida, o aniversário do aluno poderá ser festejado no Colégio, somente às sextas-feiras, mediante agendamento prévio na Coordenação da Educação Infantil, durante o horário do recreio.

Para tanto, fica estabelecido que:

- não é permitido distribuir convites;

- poderão participar do aniversário os estudantes da turma e irmãos que estudam na Educação Infantil, mais dois familiares (pai, mãe…)

- Só será permitida a distribuição de convites quando o aniversário da criança for comemorado fora dos espaços da escola e entregue a todos os estudantes da turma. Convites isolados só podem ser entregues pelos responsáveis e fora do espaço escolar.

k) Adaptação: Este período é fundamental para a criança recém chegada e visa o bem estar, acolhimento e segurança do estudante. Para tanto, solicitamos a presença dos pais ou responsáveis fora das salas de aula. A Coordenação designará um ambiente para a permanência dos pais, que serão solicitados quando necessário.

l) Horário de atendimento: Os pais ou responsáveis poderão conversar com a professora em horário previamente marcado. A professora poderá atender aos pais nos momentos em que os estudantes estiverem nas aulas extras (Educação Física, Música e Inglês). O agendamento é feito com a Coordenação ou com a professora.

m) Acompanhamento: O acompanhamento diário das atividades escolares deve ser uma constante, ajudando-os a desenvolver a responsabilidade, a autonomia e o hábito de estudo. É importante que a tarefa de casa seja realizada pela criança.

 ATIVIDADES

Na Educação Infantil, neste início do processo de aprendizagem, o mais importante é incentivar nas crianças o gosto pelas descobertas. É essencial que a criança aprenda a conhecer, a fazer, a ser e a viver. Ao mesmo tempo a criança é estimulada a construir relações e se socializar. Por intermédio de jogos, brincadeiras e atividades lúdicas, desenvolvemos os conceitos básicos presentes em seu dia-a-dia.

a) Visitas culturais: Durante o ano letivo, teremos atividades extra-curriculares como teatros e passeios com finalidade pedagógica; os pais ou responsáveis serão comunicados com antecedência quanto ao roteiro, o valor que deverá ser enviado e o pedido de autorização previamente agendada.

b) Banho de piscina: Ocorrerá somente após apresentação de atestado médico, específico para a utilização do Parque Aquático. Acontecerá uma ou duas vezes na semana, sempre que o tempo estiver favorável. Para o banho de piscina será necessário vir de casa com a roupa de banho e o filtro solar já passado no corpo, trazer uma toalha de banho ou roupão, chinelo e saco plástico para colocar a roupa molhada. Não sendo permitido o banho de piscina, é importante que os pais ou responsáveis nos enviem um bilhete comunicando.

c) Brinquedos, fitas de vídeo ou DVD: A criança poderá trazê-los às sextas-feiras ou quando a professora solicitar. Devem ser evitados brinquedos sofisticados e caros, pois o Colégio não se responsabilizará por qualquer dano sofrido a eles. Não serão permitidos bicicletas, triciclos, patins ou skate. Esses somente em ocasião especial, previamente agendada. Solicitamos que identifiquem os brinquedos com o nome da criança.

d) Material de sucata e outros: Durante o ano letivo, a professora poderá fazer a solicitação de um determinado material alternativo (sucata), sendo requerido por escrito.

MÉTODO E METODOLOGIA

Nossa prática educativa tem sido predominantemente norteada pelas reflexões e ensinamentos de Piaget, Vygotsky e Wallon – Sociointeracionista, em consonância com a escola tradicional e os princípios filosóficos de Santa Júlia Billiart.

Nesta proposta, o estudante, em seu cotidiano, atua como sujeito interativo na construção do seu saber, com seus amigos, com os adultos e com o seu meio, participa ativamente da sua formação e assim enriquece suas vivências cognitiva, afetiva e social.

Sob a luz dessa concepção, a criança constrói seu conhecimento a partir de uma ação pedagógica lúdica, prazerosa e desafiadora, incentivando o gosto pelas descobertas e investigações e valorizando suas experiências individuais e coletivas. A Escola procura desenvolver no aluno uma postura crítica, criativa, participativa e dialógica, através de jogos, brincadeiras e vivências que estimulam o interesse, o ato de pensar e a cooperação.

AVALIAÇÃO

É preciso ensinar os estudantes a pensar e é impossível aprender a pensar em um regime autoritário. Pensar é procurar por si próprio, é criticar livremente e é demonstrar a forma autônoma. O pensamento supõe então o jogo livre das funções intelectuais e não o trabalho sob pressão e a repetição verbal. (Jean Piaget).

A criança constrói o seu conhecimento e se desenvolve dentro de um ritmo individual. Neste sentido, a avaliação do estudante da Educação Infantil será em termo diagnóstico de sua evolução nos aspectos cognitivos, psicomotor, afetivo e social.

Ao final de cada semestre, os pais receberão o BOLETIM – REGISTRO DE OBSERVAÇÃO, acompanhado do parecer descritivo do desenvolvimento do estudante.

BOLETIM: é um documento, inalterado preenchido após observação e análise do desenvolvimento/desempenho do aluno. A perda deste documento implicará a elaboração de uma segunda via a ser paga na Coordenação Pedagógica.

APRENDENDO COM OS OUTROS

Embora não existam regras inflexíveis sobre como tratar os filhos, até mesmo porque cada pai, mãe e criança vivenciam realidades que não podem ser generalizadas. Os autores Gottman e De Clair sugerem alguns procedimentos que estreitam a relação entre pais e filhos e ajudam a criança a descobrir-se como um ser proprietário de diferentes emoções. As sugestões dos referidos autores são:

• Esteja sempre atento para aprender a emoção das crianças. O que dizem é sempre menos importante o que as leva a dizê-lo.

• Reconheça na emoção uma oportunidade de intimidade e um meio para a sua educação, legitimando-a. Isto é, jamais se deixe levar pela idéia de que não é desejável que a criança sinta ódio, frustração ou desapontamento.

• Ouça a criança com empatia, buscando sentir o que ela está sentindo.

• Ajude a criança a encontrar palavras para identificar o que realmente está sentindo.

• Estabeleça limites, mas aceite discutir e, junto com a criança, procure estratégias para a solução de seus problemas.

• Novas situações são difíceis de serem enfrentadas. Assim, ajude-a a enfrentá-las se mostrando seguro e confiante em relação às professoras e à escola.

• Comentários e atitudes positivas ajudarão na construção da auto-estima.

 Educar em oração…

Deus, autor da vida. Estamos juntos em oração. Juntos como determinaste.

E juntos sentimos a Tua presença e consagramos esse novo ano.

E juntos pedimos-Te que possamos ser fiéis à vocação que nos foi confiada.

Que neste novo ano, Senhor, nos lembremos da vocação de ensinar. Que sejamos tocados pelo Teu amor, para que possamos partilhar amor. Que estejamos entusiasmados, cientes do sublime papel de tocar a alma e de ajudar o aluno a entender que vale a pena aprender, e aprender sempre, para que sejam, ao mesmo tempo, mais sábios e mais humildes.

Que neste novo ano, Senhor, os alunos estejam mais receptivos. Que se abram para a eterna novidade da vida, da amizade, do amor. Que nas salas de aula, o Teu espírito esteja presente, tocando no coração de todos nós, sem distinção. E que a carência que vem de famílias ausentes seja amenizada nestes espaços de luz.

Que, neste novo ano, cada funcionário se regozije de sua missão. Que ninguém se sinta diminuído, e que o respeito seja o guia de cada relação. Que a arrogância não encontre eco nesses espaços. Que a prepotência dê lugar ao olhar singelo de todos que precisam aprender. E Tu sabes, Senhor, que todos, sem distinção, precisam aprender.

Que, nessa escola, um clima de harmonia possa reinar. Que cada canto e recanto seja abençoado. Que os acidentes sejam pequenos e não retirem o sorriso e o encanto das pessoas que aqui vêm para exercitar a arte e a missão de construir a felicidade. Que sejamos todos acolhedores e nos sintamos todos acolhidos por estarmos juntos, aqui.

Que os pais possam estar mais presentes. Que se lembrem de que são os primeiros educadores e que não podem relegar à escola o seu papel de condutores de toda a vida. Que os pais se amem. Que a violência não encontre guarida na casa dos nossos alunos. Que a serenidade vença a agressividade, e que o amor jamais tire folga.

Senhor, abençoa este novo ano letivo! Queremos renovar nossa fidelidade ao Teu chamado. Queremos renovar nossa disposição de viver a vida a serviço de uma grande causa, da causa do amor. E que o amor, esse sentimento divino e humano, esse sentimento que sintetiza Tua essência, nossa essência, seja a razão de estarmos aqui.

Gabriel Chalita