Educadores refletem sobre o seu ofício, às vésperas do início do segundo semestre letivo
31 de julho de 2018 Notícias
IMG_3122

Em preparação para a retomada das aulas, ocorrida na quarta-feira (25), os docentes do Colégio Notre Dame Brasília participaram, entre segunda (23) e terça-feira (24), de Encontros de Formação Continuada. Norteados pelo texto bíblico de Mateus (5, 13 -16), os educadores refletiram sobre o seu ofício, além de aprofundar saberes sobre a Base Nacional Comum Curricular e participar de atividades inspiradas por obra de Miguel Arroyo – um dos conferencistas do IV Congresso Nacional de Educação Notre Dame, que acontecerá em setembro.

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus”

IMG_3110 (Copy)O trecho contextualizou o momento de espiritualidade que deu início à programação preparatória para o segundo semestre letivo, motivando o educador cubano, Carlos Rene Venegas Coto, a, servindo-se da língua de Cervantes, esclarecer etimologias e significados.  Antes disso, contudo, ao som de “Sal da Terra” – canção composta por Beto Guedes -, os participantes foram convidados a acender um palito na chama da vela, que é símbolo de Jesus Cristo.  Dessa maneira, puderam constatar que a luz produzida pelo fogo do palito de fósforo é efêmera, ao passo que a luz de Cristo é duradoura. Em seguida, o docente de Língua Inglesa, Flávio da Silveira Campos, apresentou citações do teatro de William Shakespeare em que a luz é mencionada, chamando a atenção dos colegas para o seu simbolismo. “A luz vem de Deus. É um reflexo de Deus e está relacionada à bondade, à beleza. Afinal, a beleza é divina. Deus é belo, Deus é bom, Deus é luz!”, enfatizou.

IMG_3142 (Copy)Em seguida, os educadores dedicaram-se ao estudo da Base Nacional Comum Curricular – documento, de caráter normativo, que define o conjunto de aprendizagens que todos os estudantes devem desenvolver, ao longo das etapas da Educação Básica.

IMG_3156 (Copy)Já na terça-feira (24), além de nova reflexão acerca do texto bíblico – conduzida pelo agente de Pastoral Escolar, Valdemir Henz, e pelo docente de Filosofia, Henrique Charles Martins Silva, que, a partir do Mito de Prometeu, ampliaram os horizontes dos educadores a respeito do fogo, como elemento que aquece e ilumina, mas, também, destrói -, os docentes participaram de dinâmicas diversas de observação e audição da natureza, além de partilhar relatos de vida. Norteadas por “Ofício de Mestre”, obra escrita por Miguel Arroyo, as atividades possibilitaram que os educadores partilhassem histórias reais acerca das suas origens e da sua formação, enquanto imprescindíveis atores sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>